Mas vamo puxar um papo sincerão: quão seguro é dirigir chapado? 

A gente pergunta e responde: ninguém tem uma resposta exata (nem mesmo os cientistas). 

O que a gente sabe é que, no Brasil, dirigir sob efeito de álcool ou qualquer outra substância psicoativa é proibido. Dito isso, bora trocar uma ideia! 

Esse debate é mais comum nos países que já legalizaram a erva, como os EUA.

Tanto que muitas cidades norte-americanas onde o verde é legalizado têm campanhas de conscientização sobre beck e direção.

Só que, na contramão da mente aberta, uma galera mais conservadora se dizia contra a legalização porque ela supostamente causaria um número absurdo de acidentes de trânsito.

Aposto que você tá pensando: por que ninguém quer proibir o uso do álcool? Pois é, p*ta hipocrisia.

O interessante é que esse questionamento fez surgir várias pesquisas com o objetivo entender o quão seguro é dirigir chapado.

Uma pesquisa publicado no American Journal of Addiction identificou que motoristas chapados são mais conscientes que os motoristas alcoolizados (tudo depende da quantidade, claro). Durante o estudo, os chapados não ultrapassaram os limites de velocidade e cuidaram mais da distância dos outros veículos, por exemplo.

Já uma pesquisa da universidade canadense de Dalhousie realizada com 50 mil pessoas concluiu que f1 antes de assumir o volante pode dobrar as chances de acidentes. 

Quanto risco você corre e oferece às pessoas dirigindo chapado? Isso não dá para responder exatamente. Mas a real é que direção é coisa séria e consciência nunca é demais!

E aí, o que você acha?

Por redação Smokebr.